Tabaco afeta a boca - Médico dos Dentes

Dentista responde: o tabaco faz mal aos dentes?

Seja ou não fumador, é provável que esteja familiarizado com os riscos que o tabaco representa para a sua saúde. Ora, sendo este um hábito nocivo para muitos órgãos, é natural que também afete o estado dos seus dentes e a saúde da sua boca. Vejamos, então, os principais problemas que podem surgir segundo um médico dentista:

  1. Mau hálito Uma das consequências mais comuns do tabaco na saúde oral é o facto de gerar um hálito desagradável na boca da maioria dos fumadores.
  2. Sentidos afetados – O tabagismo pode levar à perda de sensibilidade do paladar e do olfato.
  3. Descoloração dos dentes – Embora os Pacientes nem sempre se apercebam de que essa descoloração está a acontecer, fumar pode manchar os dentes, tornando-os mais escuros e amarelos.
  4. Boca seca – As glândulas salivares dos fumadores sofrem mais facilmente inflamações, reduzindo a produção de saliva. Deste modo, o cigarro torna a boca mais seca e o ambiente oral mais propício para o desenvolvimento de cáries.
  5. Doenças nas gengivas – O tabaco pode dificultar a circulação do sangue na boca e, através do fumo, prejudicar os tecidos das gengivas. Para além disso, o tabaco dificulta a cicatrização das gengivas e aumenta a probabilidade de desenvolver periodontite, podendo expor as raízes e levar à perda de dentes.
  6. Tártaro – O tabaco pode facilitar o processo de acumulação de tártaro nos dentes, sendo necessário efetuar limpezas mais frequentemente.
  7. Dificuldade de recuperação – Os fumadores necessitam de mais tempo para recuperar de extrações de dentes, por exemplo.
  8. Cancro oral – A exposição contínua ao tabaco aumenta significativamente a probabilidade de desenvolver cancros orais. Por outro lado, se deixar de fumar, estima-se que ao fim de cinco anos já tenha reduzido para metade as hipóteses de contrair esta doença.

Basta procurar ajuda de um dentista?

Parar de fumar é a única forma de reduzir os riscos associados a estes problemas de saúde. Nesse sentido, é importante que procure apoio e um plano de tratamento adequado, e que faça um esforço para deixar este hábito.

De acordo com a OMD (Ordem dos Médicos Dentistas), o médico dentista pode desempenhar um papel fundamental para que os Pacientes deixem de fumar, aumentando as taxas de sucesso destes tratamentos.

Primeira consulta - Médico dos Dentes

Por isso, cumpra o tratamento indicado para si e não se esqueça de visitar regularmente o seu médico dentista. Se o fizer, poderá identificar e corrigir eventuais danos, evitando problemas agravados e garantindo uma boca saudável para a Vida.